O WhatsApp segue firme em sua política de mudanças de privacidade da plataforma. A empresa decidiu que usuários que não aceitarem os novos termos de uso até o dia 15 de maio irão sofrer restrições.

Os usuários que não aceitarem as novas diretrizes do app ficarão impedidos de ler e de enviar mensagens.Eles, no entanto, poderão continuar recebendo ligações e notificações por algumas semanas.

Algumas alterações no aplicativo são a coleta de informações como geolocalização, número de IP, dados de atividade, foto de perfil, lista de contatos, carga de bateria, marca, modelo e operadora de celular. Segundo a empresa, os dados serão utilizados para dar suporte melhor às propagandas exibidas no Instragram e no Facebook.

Apesar de toda essa coleta de dados, o WhatsApp garante o “compromisso com sua privacidade continua exatamente o mesmo. Suas conversas pessoais são protegidas com a criptografia de ponta a ponta. O WhatsApp não pode ler nem ouvi-las”.

Com as recentes mudanças no app, muitos usuários migraram para o Telegram. Em janeiro, o Telegram superou o rival, ficando primeiro lugar no ranking de aplicativos mais baixados em todo mundo. Os dados foram divulgados pela plataforma Sensor Tower.

O Questione-se possui um Canal no Telegram, com mais de 63 mil inscritos, atualizado com as notícias do dia, vídeos exclusivos e muito mais!

VEJA TAMBÉM: JUIZ DÁ 72 HORAS PARA BOLSONARO EXPLICAR TROCA NA PETROBRAS

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui