Nesta terça-feira (12), o Instituto Butantan e o Governo de São Paulo devem apresentar dados completos referentes a eficácia da vacina coronavac.

Ela é desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Butantan, que é vinculado ao governo de São Paulo, a vacina utiliza o vírus inativado.

Na semana passada, o instituto havia anunciado que, nos testes no Brasil, o imunizante atingiu 78% de eficácia em casos leves e 100% em casos graves e moderados, segundo as informações do Instituto, a vacina protegeu contra mortes e complicações mais severas da doença.

Contudo, a eficácia global da Coronavac ainda não foi divulgada, que aponta a capacidade da vacina de proteger em todos os casos – sejam eles leves, moderados ou graves.

Dados preliminares de testes da fase 3 na Indonésia, apontaram que a eficácia de 65,3% para a vacina.

Pesquisadores chineses, a CoronaVac não apresentou “nenhuma preocupação com relação à segurança”. A maioria das reações foram leves, sendo que a mais comum foi a dor no local da injeção.

VEJA TAMBÉM: OMS DIZ QUE IMUNIDADE COLETIVA NÃO SERÁ OBTIDA EM 2021

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui