Sergio Moro divulga nota oficial sobre matéria do The Intercept

0
4

Ministro teve seu aparelho celular hackeado na última quinta-feira (06.06) e por uma estranha coincidência, o conteúdo esta em posse de Glenn Greenwlad, fundador do The Intercept Brasil

Sergio Moro que teve seu aparelho celular invadido na última quinta-feira (06.06), transmitiu uma nota oficial por meio do Antagonista, em relação a matéria do site The Intercept, que reproduziram as mensagens entre os procuradores da Lava Jato e entre o ministro e Deltan Dallagnol, durante condução do processo do triplex que condenou Lula.

Um dos fundadores do site The Intercept é Glenn Greenwald, companheiro de David Miranda, que por sua vez é suplente de Jean Wyllys, ex-deputado federal do PSOL, que abandonou seu cargo para que David assumisse.

David Miranda é acusado no Reino Unido de envolvimento com espionagem e terrorismo. Segundo a polícia britânica, Miranda tentava transportar documentos do ex-agente de inteligência americana Edward Snowden. Greenwald, seu namorado, também ficou conhecido nas eleições por robusta defesa do ex-presidente e presidiário Lula e por propagar matérias cuja informações eram duvidosas, bem como fake News a respeito do então candidato a presidência da República, Jair Bolsonaro.

A NOTA:

“Sobre supostas mensagens que me envolveriam publicadas pelo site Intercept neste domingo, 9 de junho, lamenta-se a falta de indicação de fonte de pessoa responsável pela invasão criminosa de celulares de procuradores. Assim como a postura do site que não entrou em contato antes da publicação, contrariando regra básica do jornalismo.

Quanto ao conteúdo das mensagens que me citam, não se vislumbra qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado, apesar de terem sido retiradas de contexto e do sensacionalismo das matérias, que ignoram o gigantesco esquema de corrupção revelado pela Operação Lava Jato.”