Nesta sexta-feira (16), a Polícia Federal informou ao Supremo Tribunal Federa, que formalizou a abertura de inquérito para investigar indícios de atuação de uma milícia digital, com o objetivo de atentar contra a democracia e o Estado democrático de direito.

O ministro Alexandre de Moraes autorizou a abertura do inquérito no começo do mês, logo após determinar o arquivamento do inquérito que investigou ‘atos antidemocráticos’ deflagrados no início de 2020. O arquivamento atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República.

A delegada Denisse Ribeiro pediu para o STF, o compartilhamento integral das provas do inquérito dos atos antidemocráticos, inclusive documentos indicados pela PGR, para que sejam analisados em conjunto. A delegada afirma que busca acesso a mídias apreendidas, quebra de sigilos bancários e telemáticos para embasar a presente investigação.

VEJA TAMBÉM: AO VIVO: COMISSÃO ANALISA PARECER SOBRE VOTO IMPRESSO AUDITÁVEL

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui