A PF enviou para o Supremo Tribunal Federal nesta terça-feira (20), o pedido do ministro da Justiça, Anderson Torres, para que o deputado Luis Miranda seja investigado por possível denunciação caluniosa contra o presidente da República.

O pedido de investigação foi feito pelo ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, ao Ministério da Justiça, após Miranda ter apontado uma suposta prevaricação de Jair Bolsonaro referente ao caso Covaxin.

Luis Miranda e seu irmão Luis Ricardo Miranda, que é servidor do Ministério da Saúde, afirmaram que se reuniram com Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada, em março deste ano, para mostrar supostas irregularidades na aquisição da vacina indiana, Covaxin. Segundo eles, Bolsonaro não teria tomado nenhuma providência, o que configuraria crime de pravaricação.

VEJA TAMBÉM: FNDE PRORROGA PRAZO PARA RENOVAÇÃO DE CONTRATOS DO FIES

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui