PF deflagra operação Férias Frustradas para combater tráfico internacional de drogas

A Polícia Federal cumpriu nesta manhã (16/10) dois mandados de busca e apreensão, e um mandado de prisão preventiva, em razão de investigação que apura tráfico internacional de drogas.
Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba.

Segundo investigações pessoas são cooptadas para se passarem por turistas, mas que na verdade transportam drogas em malas embarcadas em voos internacionais, partindo do Aeroporto Afonso Pena, na região metropolitana de Curitiba.

Essas pessoas são conhecidas popularmente como “mulas”.

A ação de hoje é um dos desdobramentos de um inquérito policial instaurado sobre da prisão de uma estudante, que no dia 14 de fevereiro de 2020 tentou embarcar no Aeroporto Afonso Pena com destino à Portugal com 4,8Kg de cocaína, despachados em sua bagagem. Mas a estudante foi presa em flagrante e levada para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.



Uma das investigadas agiu como aliciadora da estudante presa em flagrante, enquanto a outra, cuja prisão preventiva foi decretada, promoveu os pagamentos de todas as despesas da “mula”, a entrega da mala com a droga, a remuneração pela viagem e ainda instruiu a estudante a como se portar para evitar chamar a atenção da Polícia Federal.


Ambas responderão criminalmente pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, cujas penas somadas podem chegar a 25 anos de prisão.

VEJA TAMBÉM: OPERAÇÃO MARQUETAGEM INVESTIGA CAIXA 2 DE 25 MILHÕES NAS ELEIÇÕES NO CEARÁ

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui