PF deflagra operação contra difusão de arquivos contendo exploração sexual de crianças

0
32

Nesta terça-feira, a Polícia Federal deflagrou uma operação denominada MÉTIS, com o objetivo de combater a distribuição de arquivos pela internet, contendo exploração sexual de crianças.

Foram cumpridos 4 mandados, cerca de 21 policiais federais fizeram parte da operação, que resultou na prisão em flagrante de três pessoas no Município de Vitória.

Para entendimento do caso, ocorreu um rastreamento da rede mundial de computadores por policiais federais, neste, foram detectados usuários compartilhando material de exploração sexual de crianças, a partir disto, o inquérito policial foi instaurado com uma vigilância permanente da rede.

Foi verificado ao todo, somado os quatro investigados, um total de 894 arquivos compartilhados na internet, contendo exploração sexual e pornografia de crianças e adolescentes, apenas durante o período investigado.

Diversas mídias foram apreendidas e foram levadas à perícia para elaboração de laudo, o objetivo é identificar se existe algum indicativo de abuso sexual e se existe outros suspeitos praticando o crime.

Os investigados, responderão pelos crimes de compartilhamento de arquivos contendo pornografia infantil, presente no art.241-A da Lei 8.069/90, com pena que varia de 2 a 6 anos de reclusão. Poderão ainda responder pelo crime de posse de arquivos, no caso de flagrante, presente no art.241-B, cujas penas variam de 1 a 4 anos de reclusão.

Com Informações, site oficial da PF