A Polícia Federal deflagrou, hoje (11/11) a Operação BOLETO REAL, para investigar fraudes bancárias eletrônicas praticadas através do Internet Banking.

A ação visa cumprir 3 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Federal da Justiça Federal no Amazonas.

No esquema criminoso desarticulado, criminosos utilizavam contas de vítimas para efetuar o pagamento de impostos estaduais e federais, transferências e compras pela internet, tendo movimentado mais de R$ 2 milhões nos últimos meses. Empresas “de fachada” eram utilizadas para ocultar os valores obtidos com as fraudes.

Para a efetivação das fraudes, foram utilizadas 22 contas bancárias da Caixa Econômica Federal, pertencentes as pessoas físicas e jurídicas residentes em diferentes estados.

Os investigados vão responder por furto mediante fraude e organização criminosa e, se condenados, poderão pegar até 16 anos de prisão.

A operação é resultado da força-tarefa TENTÁCULOS de repressão a fraudes bancárias eletrônicas, a qual é coordenada pela Polícia Federal com a cooperação das instituições bancárias aderentes a um Acordo de Cooperação Técnica.

Dentro dessa atuação conjunta, foi identificado um estabelecimento comercial do ramo da construção civil, em Manaus, que se utilizava de serviços de invasão de contas bancárias, por meio da internet, para pagamentos de boletos de compras para compor os estoques.

A atuação da empresa gerou um enorme desequilíbrio econômico-financeiro em detrimento das empresas que trabalhavam no mesmo ramo na região. Essa situação impedia qualquer possibilidade de concorrência justa de mercado, já que a conduta diminuía os custos operacionais do comércio.

VEJA TAMBÉM: PF FAZ OPERAÇÃO CONTRA GRUPO QUE VENDIA NOTAS FALSAS EM REDES SOCIAIS

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui