O ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni, processou criminalmente o senador Omar Aziz por abuso de autoridade durante sua atuação à frente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia. A representação foi entregue ao PGR, Augusto Aras.

Segundo consta na queixa, Omar Aziz “acusou falsamente [o ministro] da prática dos delitos tipificados de incitação ao crime e crimes contra a humanidade […], sem que houvesse qualquer elemento para corroborar tais afirmações, causando ao representante imenso dano político e pessoal”. As informações são da revista Crusoé.

No início da semana, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, arquivou uma queixa-crime de Onyx contra o vice-presidente da CPI, o senador Randolfe Rodrigues.

Na ação, o senador era acusado de cometer calúnia e difamação contra o ministro.

Veja também: Pai de Rodrigo Maia é internado com Covid-19

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui