O narcoditador da Venezuela, Nicolás Maduro pagou US$ 60 mil para o cantor dominicano Bonny Cepeda se apresentar na comemoração de seus 58 anos, no dia 23 de novembro do ano passado.

O próprio artista, que é vice-ministro da Cultura da República Dominicana, divulgou a informação durante entrevista ao programa dominicano “Alofoke Radio Show”.

A oposição criticou Maduro:

“Enquanto os venezuelanos morrem de fome e pelo colapso do sistema de saúde”, Maduro pague “milhares de dólares para contratar um cantor de salsa” para comemorar seu aniversário, criticou representante de Guaidó na Colômbia, Tomás Guanipa.

“O desprezo de Maduro e de sua cúpula está a se tornando cada dia mais dantesco. Enquanto um venezuelano ganha menos de um dólar por mês, Maduro paga US$ 60 mil a um cantor para vir ao país e cantar no seu aniversário”, escreveu Guanipa via Twitter.

A ditadura da Venezuela, anunciou um aumento para o salário mínimo, que era de 1,8 milhão de bolívares, equivalente a US$ 0,63, para 7 milhões, equivalente a US$ 2,50. Com o benefício alimentação de 3 milhões de bolívares, o salário mínimo integral na Venezuela passou a ser de 10 milhões, o equivalente a US$ 3,50.

Com este valor não é possível comprar um quilo de carne, uma caixa de 30 ovos ou um quilo de queijo. Devido à ampla desvalorização da moeda local, a economia da Venezuela é informalmente dolarizada.

VEJA TAMBÉM: BOMBEIROS RESGATAM CRIANÇA SEM VIDA DE ESCOMBROS DO DESABAMENTO NO RJ

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui