A obrigatoriedade da vacinação contra a Covid-19, não é uma recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) em qualquer país.

Durante uma entrevista concedida à CNN Brasil, a vice-diretora da entidade, Mariângela Simão, afirmou que é contra “medidas autoritárias” nesse sentido:

“A OMS defende que isso é para cada país decidir. Mas em uma situação que você está falando com adultos, que têm capacidade de discernimento para fazer escolhas informadas, não se recomenda medidas autoritárias.” 

completou dizendo:

“Até porque é difícil fiscalizar. Vai depender da situação interna de cada país, mas é de difícil implementação.”

VEJA TAMBÉM: “O POVO BRASILEIRO NÃO SERÁ COBAIA DE NINGUÉM”, AFIRMOU PRESIDENTE BOLSONARO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui