O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quinta-feira (12), que não haverá interferência na Petrobras, a não ser, segundo o mandatário, “pelas vias legais”. A declaração foi feita durante passeio de carro por Pariquera-Açu, em São Paulo.

“Estamos buscando maneiras legais para fazer com que a Petrobras cumpra o seu papel social definido na Constituição e também em leis. Não podemos estar subordinados a decisões do conselho, que está abaixo obviamente de leis e da própria Constituição. Não haverá interferência na Petrobras a não ser pelas vias legais”, disse o chefe do executivo.

Durante entrevista ao Balanço Geral de Maringá, na noite de quarta-feira (11), Jair Bolsonaro disse que a estatal está “gordíssima, obesa”.

“A Petrobras está gordíssima, está obesa! Poderia, sim, o seu Conselho e diretores reduzir a margem de lucro. A margem de lucro deles é na casa de 30%, já as outras petroleiras estão no máximo em 15%”, disse Bolsonaro.

Veja também: STF DECIDE QUE PAIS SOLO SERVIDORES PÚBLICOS TÊM DIREITO A ‘LICENÇA-PATERNIDADE’ DE 180 DIAS

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui