O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, suspendeu na tarde desta sexta-feira (16), o julgamento da Corte sobre a validade de quatro decretos editados pelo presidente Jair Bolsonaro que flexibilizaram a compra de armas.

Alexandre de Moraes pediu vista – ou seja, disse que precisa de mais tempo para analisar o tema. O julgamento do STF acontece em plenário virtual e só será retomado quando o ministro informar que já concluiu a análise.

Os decretos de Bolsonaro entraram parcialmente em vigor na terça (13). Isso porque, na segunda (12), a ministra Rosa Weber suspendeu parte dos decretos, atendendo a um pedido da oposição. Agora, o plenário do STF julgará se mantém ou derruba a decisão da ministra.

Entre outros pontos, ela suspendeu a possibilidade de aquisição de até seis armas de fogo de uso permitido por civis e oito armas por agentes estatais.

Rosa Weber e Edson Fachin votaram pela suspensão dos trechos.

VEJA TAMBÉM: EXAMES MOSTRAM QUE BRUNO COVAS TEM DOIS NOVOS PONTOS DE CÂNCER

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui