Nesta sexta-feira (14), governo de São Paulo (SP) vacinou contra a Covid-19 a primeira criança do grupo prioritário. O indígena Davi) Seremramiwe Xavante, de 8 anos, que veio para SP fazer um tratamento no Hospital das Clínicas, foi o primeiro a receber o imunizante no Brasil. Davi mora na cidade de Piracicaba, no interior do estado.

Na primeira etapa de vacinação, serão imunizadas as crianças de 5 a 11 anos com comorbidades , deficiência, indígenas e quilombolas. Somente este público soma 850 mil doses.

A imunização ocorreu de forma simbólica no Hospital das Clínicas, destinada a um pequeno grupo, exatamente como foi feito em janeiro de 2021, quando a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, se tornou a 1ª pessoa a receber a dose da vacina contra a Covid-19 no país.

Nos postos de saúde da capital paulista, a vacina só será aplicada a partir de segunda (17), conforme divulgado pela prefeitura. O mesmo deve ocorrer nas demais cidades do Estado.

A vacinação deve ocorrer de forma escalonada, em ordem decrescente, como foi feito com a população adulta, mas o governo aguarda o recebimento de doses para divulgar um calendário. Veja como vai funcionar a vacinação infantil.

De acordo com a gestão estadual, a capacidade de vacinação do estado é de 250 mil crianças por dia, podendo este número ser até superior de acordo com a demanda das famílias paulistas.

O pré-cadastro para vacinação desse público foi liberado na quarta (12). Os pais podem acessar o site do governo paulista (www.vacinaja.sp.gov.br) para inserir os dados da criança e agilizar o atendimento nos postos de saúde do estado.

Veja também: Polícia Federal incinera 2,6 toneladas de drogas apreendidas no RN

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui