Nesta segunda-feira (16), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu o sistema eleitoral brasileiro e a atuação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas eleições deste ano.

Ele também falou sobre os pedidos para a adoção do voto impresso e disse que o momento atual não é melhor para esse tipo de discussão.

As declarações foram dadas em entrevista concedida, em reunião da Associação Comercial de São Paulo. Maia disse que não queria ampliar um debate que pudesse alimentar narrativas de que há insegurança no processo de apuração do TSE.

“Não podemos de forma nenhuma ampliar um debate criando nenhum tipo de insegurança no processo de apuração do TSE. 

Confiamos no TSE, confiamos nas urnas eletrônicas, confiamos no trabalho dos presidentes do TSE, dos últimos e do Barroso. Então, o cuidado para que a gente não traga o debate do voto impresso que muitos defendem e já defendi nesse momento, onde se tentou de forma clara, não o presidente da República, mas se tentou criar de forma objetiva, do meu ponto de vista, um ambiente de insegurança ao trabalho do TSE, explicou.

Segundo ele, que disse defender o voto impresso, não se deve utilizar os problemas ocorridos neste domingo (15) no pleito para gerar “uma desconfiança no nosso sistema eleitoral”.

– Mesmo sendo defensor do voto impresso, como sou, de forma nenhuma a gente deve misturar um problema que teve ontem, que foi rapidamente contornado, com gerar uma insegurança e uma desconfiança no nosso sistema eleitoral, que é elogiado em muitos países. Disse ele.

VEJA TAMBÉM: RODRIGO MAIA ADMITE POSSÍVEL ALIANÇA ENTRE DEM E HUCK PARA 2022

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui