O vereador Dr. Jairinho foi indiciado nesta sexta-feira (30), pela Polícia Civil, pelo crime de tortura contra a filha de uma ex-namorada, com quem ele conviveu durante dois anos (entre 2010 e 2013).

O titular da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), delegado Adriano Marcelo França, tem o depoimento da criança e outras provas, como fotos, contrariam a versão apresentada por Jairinho.

“Em determinados momentos, ele faz alusão a não estar em determinados locais com determinadas pessoas, em especial com essa criança, e as fotos demonstram o contrário. Essa criança frequentava, de fato, a residência”, falou o delegado.

A agressão contra a menor veio à tona após da morte do menino Henry Borel, que era filho de Monique Medeiros, atual namorada de Jairinho.

Jairinho também é investigado por agressões contra o filho de outra ex-namorada.

VEJA TAMBÉM: GUAIDÓ ACUSA MADURO DE VÍNCULOS COM NARCOTERRORISTAS INTERNACIONAIS

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui