O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, disse nesta sexta-feira (5), que “gente boba não chega aonde a gente está”, em referência à sua atuação na presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o diálogo que manteve com as Forças Armadas.

Durante uma palestra no 17º Congresso da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), o magistrado disse que respondeu questionamentos dos militares com dúvidas técnicas sobre o sistema de votação com informações que podiam ser “vazadas”.

“Em algum momento começa a vazar na imprensa e em lives do presidente da República ataques ao sistema eleitoral”, declarou o ministro.

O ministro também defendeu o convite que fez às Forças Armadas para participar de comissão que acompanha o processo eleitoral. 

“A culpa é do TSE que, em boa-fé, convidou uma entidade de Estado que já ajuda nas eleições, que desfruta de prestígio e credibilidade junto à sociedade brasileira para verificar a transparência das eleições e ajudar no que fosse possível?”, questionou.

Veja também: OBJETO ESPACIAL CAI EM FAZENDA NA AUSTRÁLIA E INTRIGA ASTROFÍSICO: ‘EMOCIONANTE E ESTRANHO AO MESMO TEMPO’

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui