A Anvisa disse que foi informada por representantes da AstraZeneca que o pedido para uso emergencial da vacina de Oxford contra Covid-19 da farmacêutica será feito pela Fiocruz.

“Segundo a empresa, não foi identificada dificuldade regulatória para atendimento aos requisitos da Anvisa, estabelecidos pelo Guia n. 42/2020, que trata dos requisitos mínimos para submissão de solicitação de autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, de vacinas Covid-19”, disse o comunicado da agência.

Na nota não tem especificação de prazo para a apresentação do pedido. A Anvisa informou no comunicado que o prazo para análise de uso emergencial da vacina é de até 10 dias a partir da entrada do pedido formal no órgão.

“Este período pode ser menor, a depender da quantidade de pacotes de informação já entregues pelo laboratório para a Anvisa dentro do processo de Submissão Continua”, acrescentou.

VEJA TAMBÉM: CORONAVAC: MAIS 1,5 MILHÃO CHEGA EM SÃO PAULO NESTA QUARTA (30)

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui