Na segunda-feira (5), o desembargador Gilson Soares Lemes, presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, derrubou o toque de recolher no Estado.

A medida estava em vigor desde o dia 17 de março e impedia a circulação de pessoas entre 20h e 5h. A decisão foi  a favor do deputado estadual Bruno Engler (PRTB). Segundo o parlamentar, o decreto de Romeu Zema viola o direito constitucional de ir e vir.

A decisão do desembargador entra em vigor a partir de quarta-feira (7), porém, o estado segue na chamada fase roxa.

VEJA TAMBÉM: BOLSONARO QUER CRIAR DATA PARA ALERTAR SOBRE RISCOS DO ABORTO

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui