Nesta quinta-feira (27), a China criticou a “história sombria” dos serviços de inteligência dos Estados Unidos, após Joe Biden ordenar uma investigação sobre as origens da covid-19.

Washington está revisando sua posição diplomática com Pequim em questões como o comércio, a tecnologia ou os direitos humanos, enquanto intensifica os esforços para criar com os sócios ocidentais, uma frente diplomática contra a suposta agressão chinesa.

Na quarta-feira (26), Biden deu ordens para que as agências de inteligência americanas informem em um prazo de 90 dias se a covid-19 surgiu na China de uma fonte animal ou por um acidente de laboratório.

A teoria do vazamento de um laboratório, inicialmente citada pelo antecessor de Biden, Donald Trump, e depois descartada como “altamente improvável” por uma missão da Organização Mundial da Saúde (OMS) que visitou a China com muito atraso, ressurgiu nos últimos dias, estimulada por Washington.

A China rejeita a teoria de que o vírus pode ter surgido em um laboratório de virologia em Wuhan e acusa Washington de vender “conspirações” e politizar a pandemia. 

“Os motivos e propósitos do governo Biden são claros”, afirmou nesta quinta-feira Zhao Lijian, porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, que rejeitou a necessidade de uma nova investigação sobre a pandemia.

“O mundo conhece há muito tempo a história sombria dos serviços de inteligência americanos”, disse, em referência às alegações infundadas dos Estados Unidos sobre armas de destruição em massa que justificaram sua invasão do Iraque.

Voltar à teoria do vazamento de um laboratório “é uma falta de respeito à ciência (…) e também um obstáculo na luta mundial contra a pandemia”, afirmou Zhao.

Nos Estados Unidos, a teoria de que o vírus saiu de um laboratório de Wuhan está ganhando cada vez mais adeptos.

VEJA TAMBÉM: JOE BIDEN DETERMINA MAIS ESFORÇOS PARA DESCOBRIR ORIGEM DA PANDEMIA

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui