A Polícia Civil do Rio de Janeiro (PC-RJ) concluiu nesta segunda-feira (3), o inquérito que apura a morte do menino Henry. A mãe do garoto, Monique Medeiros e o padrasto, o vereador Dr. Jairinho, foram indiciados por homicídio qualificado e tortura o que impossibilitou a defesa da vítima.

Jairinho responderá por dois crimes de torturas – uma ocorrida em fevereiro e outra em março, quando o garoto morreu – e Monique em uma, a de fevereiro, quando segundo as investigações, soube que o menino estava sendo torturado enquanto estava em um salão de beleza.

Agora, o caso será enviado para o Ministério Público, que decidirá se denuncia o casal pelos mesmos crimes ou não.

Um pedido à Justiça de conversão da prisão temporária do casal em preventiva também foi feito. Os dois estão presos desde o dia 8 de abril, sob acusação de tentar atrapalhar as investigações.

VEJA TAMBÉM: ARTHUR LIRA QUER VOTAR PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS ENTRE JUNHO E JULHO

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui