A equipe de campanha do Presidente Donald Trump, que está na Geórgia, anunciou que solicitou a recontagem dos votos que irá acontecer no estado, de forma manual e não automatizado por um scanner de alta velocidade.

Em um comunicado Doug Collins, deputado republicano e líder no esforço de recontagem de Trump no estado, divulgou três pedidos formais que foram feitos ao secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, que têm relação com a recontagem e devem ser oficializados a qualquer momento.

Foi solicitado a “verificação completa” das cédulas eleitorais, sendo de eleitores ausentes, presenciais, e em cédulas provisórias depositadas por eleitores na Geórgia. O deputado também solicitou que seja verificado todos os votos lançados e que são de pessoas impedidas de votar, como por exemplo os criminosos.

O terceiro pedido, trata-se de “anunciar uma contagem manual completa de cada cédula lançada em cada condado devido a alegações generalizadas de irregularidades de eleitores, problemas com máquinas de votação e acesso de observadores eleitorais.”

Em situações comuns, os votos são contados por scanners de alta velocidade nos escritórios eleitorais de cada condado.

Collins disse que a campanha faria uma petição para os três pedidos na Justiça se Raffensberger não agisse, “mas temos esperança de que ele tome essa ação preventivamente hoje para garantir que cada georgiano tenha confiança em nosso processo eleitoral.”

VEJA TAMBÉM: ESTAMOS FAZENDO UM GRANDE PROGRESSO, VAMOS VENCER, DIZ TRUMP

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui