Durante sua live semanal pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou ser favorável a tornar o roubo de celular em crime hediondo.

Eu acho que tem que achar uma maneira de criminalizar como sendo hediondo o roubo de celular. Porque você pode ver, geralmente quem tá com o celular, qualquer pessoa tá com o celular na rua, né? Mas pega uma pessoa ali, completamente desprevenida, uma pessoa idosa, um jovem, e o elemento, ao roubar esse celular, atira, mata. Imagina você perder um parente um amigo, um filho dessa forma – disse.

Bolsonaro acrescentou que o latrocínio, que já é configurado como crime hediondo.

O chefe do executivo fez referência ao ex-presidente Lula, que em algumas declarações lamentou pelos jovens que são presos roubando celular, “por falta de perspectiva”.

“A perda é lamentável em qualquer situação, mas o roubo de celular, que é estimulado por uma pessoa, que disse há pouco tempo que quem rouba celular quer apenas tomar uma cervejinha no final da tarde”, apontou, sem citar o nome de Lula.

Crime hediondo é inafiançável e insuscetível de graça, indulto ou anistia, fiança e liberdade provisória.

Veja também: “GENTE BOBA NÃO CHEGA ONDE A GENTE ESTÁ”, AFIRMA BARROSO

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui