Após dia agitado de protestos e manifestações em Búzios, a justiça suspendeu, no fim desta tarde, o lockdown.

O desembargador Claudio de Mello Tavares suspendeu a liminar que determinava o fechamento de tudo em Búzios e o retorno do município a bandeira vermelha, regredindo nas flexibilizações realizadas até o momento. 

ENTENDA

O juiz da 2ª Vara de Búzios/RJ, Raphael Baddini, determinou que os turistas que estão em  hotéis e pousadas, devem deixar a cidade em um prazo máximo de 72 horas.

Na decisão, estão previstas restrições nas atividades de comércio e lazer da cidade. A ordem atende a pedido da Defensoria Pública do Rio de Janeiro (DPRJ). Cabe recurso à segunda instância.

A multa para quem descumprisse a decisão poderia chegar a R$ 100 mil/dia, também estavam proibidos a presença de turistas e dos moradores nas praias.

“bem como nas quadras desportivas, nas áreas internas dos condomínios residenciais, devendo os cidadãos saírem às ruas apenas para as atividades inadiáveis, estritamente relacionadas à alimentação, à saúde e ao trabalho”, dizia trecho da decisão.

VEJA TAMBÉM: JUIZ DETERMINA QUE TURISTAS DEVEM DEIXAR BÚZIOS EM ATÉ 72H

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui