Após a reclamação do Instituto Butantan, em função da demora na aprovação, a Anvisa permitiu que o instituto faça a compra de seis milhões de vacinas prontas contra o coronavírus, da China.

Entretanto, a imunização começará depois da eficácia da vacina for devidamente comprovada e aprovada.

Doria já havia afirmado que São Paulo receberia 46 milhões de doses do imunizante até fevereiro, para vacinar a população do estado. Os primeiros seis milhões de doses chegarão prontos da China. Os outros 40 milhões serão envasadas e rotulados no Instituto Butantan.

VEJA TAMBÉM: DORIA VOLTA A COBRAR IMPARCIALIDADE DA ANVISA COM CORONAVAC

4 COMENTÁRIOS

  1. Que raio de notícia é essa? Quem tem que liberar a compra é o ministério da saúde, a ANVISA cabe aprovar ou não sua eficácia!!!

  2. Verdade eu que decido se eu for ou não tomar essa vacina.É claro que eu não vou tomar essa vacina não sou obrigada a ser cobaia da China!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui