Alexandre de Moraes, abriu um procedimento preliminar para apurar as declarações feitas pelo ex-ministro da Educação (MEC), Abraham Weintraub, em entrevista ao podcast “Inteligência Ltda”. 

O magistrado determinou a inclusão do vídeo com as falas de Weintraub no inquérito ‘ilegal’ das fake news.

A decisão de Moraes se trata de uma petição contendo o trecho da entrevista de Weintraub, que será separada num procedimento próprio. Ainda não se trata de um inquérito, mas de uma etapa.

O ministro irá analisar se vai investigar efetivamente o ex-ministro da Educação.

Durante a entrevista Weintraub disse que foi chamado de “covarde” por ter fugido para os EUA para não ser preso pelo STF. Logo depois, ele disse:

“Eu vou contar um outro detalhe picante. Moro numa casa, num condomínio fechado, uma casa boa. Um juiz do STF estava procurando casa na região, dentro do condomínio. Viu a minha casa e falou: “Pô, casa bonita, hein, de quem é?” Falaram: “Abraham Weintraub.” “Pergunta para ele se não quer vender para mim”, disse Weintraub na entrevista, continuando:

“Não tá a venda.” “Pergunta se quer vender para mim, já que ele não vai mais voltar ao Brasil.” O que acha disso? É adequado?”.

Veja também: Ministério da Saúde incluirá CoronaVac na vacinação infantil

Para mais informações acesse nosso Canal do Telegram CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui