O Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reagiu após a decisão do Ministro Fux de suspender a implementação do juiz de garantias.

Para Maia, a decisão é “desnecessária” e “desrespeitosa” com o Congresso, com o Presidente Jair Bolsonaro e com o Presidente do STF Dias Toffoli.

“Eu acho que a decisão do ministro Fux é desnecessária e desrespeitosa com o Parlamento brasileiro e com o governo brasileiro, com os outros Poderes”, afirmou Maia.

Conforme as informações do R7, Rodrigo Maia afirma que espera “o retorno de Dias Toffoli para restabelecer o diálogo e equilíbrio na relação entre os poderes”.

No entanto a liminar de Fux, derruba a decisão de Dias Toffoli, de que a vigência do Juiz de garantias seria prorrogada para um prazo de seis meses.

A decisão de Toffoli, também fixava uma regra de transição para os processos que já estão em andamento no Brasil.

Entretanto, para Maia, a decisão do ministro Fux enfraquece a segurança constitucional.

“A gente está olhando um crescimento de 2,5% (do PIB para este ano), mas com decisões como essa, a gente pode olhar a possibilidade de um recuo do crescimento e da geração de emprego no Brasil. Então todas as decisões que os poderes tomam precisam sempre ser bem pensadas para que não gerem essa insegurança, até uma insegurança criada de forma desnecessária”, criticou Rodrigo Maia.

Newsletter Subscribe

Get the Latest Posts & Articles in Your Email

We Promise Not to Send Spam:)