Anualmente em Cuba, cerca de 3.833 pessoas são presas por supostamente ter um “comportamento contrário à moral socialista”.

Isto porque, sabemos que Cuba vive em uma ditadura, onde o socialismo impera, e as pessoas sofrem na miséria. Enquanto seus governantes desfrutam de riquezas.

Conforme as informações da Revista Crusoé, os dados constam em um levantamento realizado pela ONG Defensores dos Prisioneiros Cubanos, da Espanha.

As pessoas são presas sob a acusação de “periculosidade pré-delitiva” . Isto é, presumem que a pessoa esteja prestes a cometer um delito, seja por discursos e/ou atitudes, e a prendem.

Conforme as informações atuais, existem 8.400 pessoas presas em Cuba sob esta acusação, e ficam sob cárcere de 1 a 4 anos.

Regime de Cuba

O país vive sob o socialismo, que no papel, é muito “bonito”, enquanto a realidade do povo, só existe miséria, pobreza, fome, tristeza.

Enquanto seu ditador, e seus aliados, desfrutam de tudo aquilo que deveria ser do povo.

Atualmente, o ditador de Cuba é Miguel Díaz-Canel , que assumiu após Raúl Castro “deixar o poder”.

Raul Castro permaneceu à frente do país durante 10 anos, assumindo após a morte de seu irmão Fidel Castro.

É isto que o PT queria trazer ao Brasil, e estivemos muito perto disso, mais perto do que podemos imaginar. A eleição de 2018 foi o ponto de partida para tirar o país do abismo em que estava caindo, entretanto, é necessário atenção para não voltarem ao poder.

Contudo há muito o que fazer, é necessário renovar completamente, a mudança na Presidência foi apenas o primeiro passo para nos livrarmos das velhas políticas.

Muitos que estão no Senado e na Câmara dos deputados, tentam atrapalhar o desenvolvimento do Brasil, isto deve-se ao fim da velha política do “toma lá, dá cá”.

Não podemos permitir em hipótese alguma, que nosso Brasil torne-se uma nova Cuba e nosso povo padeça na miséria.

Newsletter Subscribe

Get the Latest Posts & Articles in Your Email

We Promise Not to Send Spam:)