O vice-presidente eleito, General Hamilton Mourão, afirmou na sexta-feira, num evento chamado de Brasil de Ideias, promovido pela Revista Voto, que pretende ser “o escudo e a espada de Bolsonaro”. A afirmação de Mourão reflete sobre a importância do vice no cenário político e continuou “Não vamos receber ninguém na garagem à meia-noite, podem ter certeza disso aí”, em referência ao trecho de conversa recuperado pela Polícia Federal protagonizado por Michel Temer e Joesley Batista, da JBS.

No mesmo evento ainda, Mourão afirmou que pretende cortar mais da metade dos cargos disponíveis na Vice-Presidência, pois “A determinação do presidente é de que esta racionalização atinja todos os setores”, o que faz sentido se o objetivo for deixa o Estado mais enxuto.

Mourão foi questionado sobre o ‘atrito’ ocorrido entre os futuros ministros Paulo Guedes, da Economia, que desautorizou Onyz Lorenzoni, da Casa Civil, em sua fala sobre a reforma da Previdência, ao que respondeu “Ministro não controla ministro, ambos estão no mesmo nível. Eu sempre cito o exemplo do quartel, onde o comandante da 1ª companhia não dá ordens para o comandante da 2ª companhia, pois se equivalem”.

via republica de curitiba

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here