Jorge Mussi, do TSE, ordenou que os produtores dos shows de Roger Waters apresentem suas defesas quanto a ação movida pela campanha de Jair Bolsonaro que pede a inelegibilidade de Haddad.

Roger Waters é acusado de propaganda irregular promovendo o candidato petista em suas apresentações no Brasil. Também é pedido que Haddad e Manuela fiquem inelegíveis por oito anos, informa o Antagonista.

Comente.

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here